Você é um apaixonado por vinho? E ainda não aproveitou um dos mais variados destinos produtores de vinhos?

Não perca a oportunidade de degustar os mais saborosos vinhos, e ainda aproveitar a gastronomia que esses lugares oferecem. Consulte-nos!

Chile:

A vantagem do Chile é estar há 4 horas de avião do Brasil. Esse país oferece um roteiro de vinho admirável, e uma gastronomia plural e diversificada. O roteiro de vinho no Chile é moderno, sem padronizações ou visitas burocráticas. As melhores vinícolas estão no Vale Colchagua, separadas da Vik pelas montanhas, onde uma nova geração de produtores começou a conferir qualidade às excelentes uvas graças às técnicas artesanais européias aplicadas às condições do Novo Mundo.

Austrália:

A melhor época para conhecer as vinícolas australianas é a da colheita, porque você poderá sentir o cheiro, tocar e experimentar as uvas. As vinícolas perto das grandes cidades fazem diversas excursões que combinam visitas, refeições em restaurantes selecionados e aulas de degustação. Acontecem festivais em todas as estações do ano na Austrália, em janeiro acontece o “Crush Festival” em Adelaide que inclui piqueniques, música ao vivo, demonstrações culinárias, entres outros. Ainda em Adelaide, no mês de fevereiro, mais de 150 vinícolas oferecem degustação ilimitada no “Celler Door Wine Festival” não deixe de participar de um desses festivais.

França:

A França é a mais importante e tradicional referência mundial de vinho, não só porque é o maior produtor, mas também porque tem os mais famosos vinhos, são mais de 5 milhões de litros produzidos por ano à frente de países como Itália, Espanha e Estados Unidos. Por ter uma grande variedade de climas e características geográficas, o país oferece uma enorme variedade de vinhos, os cultivados em pequenos espaços, por exemplo, tem um sabor mais marcante. O diferencial da França é que os amantes de vinhos podem fazer esses roteiros de ônibus, trem, carro e bicicleta.

Dúvidas para onde vai viajar? conheça o vai pra onde!